A- A A+

Desde o inicio do ano letivo de 2017 os alunos das unidades escolares estaduais de Santa Catarina estão sendo avaliados pelo novo sistema de avaliação do processo ensino-aprendizagem, sob a portaria número 189 de 09 de fevereiro deste ano. Trabalhos de pesquisa, provas, análise de entrevista, resoluções de exercícios, execução de projetos, relatórios, trabalhos práticos, autoavaliação, portifólios, registro no caderno e dinâmicas, entre outros, são instrumentos de avaliação orientados para ser utilizados com os estudantes.

Na manhã do dia 11, as unidades escolares da Agência de Desenvolvimento Regional de Maravilha (ADR), estiveram reunidas com direção e professores para discussão desta nova avaliação. Os diretores repassaram para os professores de suas escolas as orientações conforme receberam por webconferência. As escolas deverão adotar processos avaliativos da aprendizagem do estudante que abranjam conteúdos, habilidades e competências articuladamente nas diferentes áreas do conhecimento.

A discussão maior na Escola de Educação Básica Nossa Senhora da Salete se deu em torno da recuperação paralela que é a forma adotada agora para recuperar conteúdos e notas, já que não haverá mais exames finais. De acordo com a diretora Lucirlene Lemos Pertussatti, a nova forma de avaliação é algo vantajoso para professores e alunos, sendo que, o aumento da quantidade das avaliações por disciplina aumentará também o trabalho dos professores.

Segundo a diretora da Escola de Educação Básica João XXIII, Dulce Ines Knob, as avaliações agora passam a ser ainda mais criteriosas e o fato de não ter mais os exames finais é uma grande preocupação dos professores. “Estamos como escola, preocupados e focados em acompanhar o rendimento dos nossos alunos dia-a-dia, para que os resultados sejam positivos”, afirma a diretora. 

Para a Escola de Educação Básica Santa Terezinha do Progresso, a mudança veio a contribuir com os trabalhos proposto da escola há mais tempo. A orientadora educacional, Iracilda de Mello, comenta que os professores já vinham se preparando para uma nova avaliação. “a nova forma de avaliação fez parte da caminhada da nossa escola e veio a contribuir com o ensino”, afirma Iracilda.

As escolas da Regional de Maravilha afirmam que poderão ter um retorno melhor de como está sendo aderida pelos os alunos a situação do novo método de avaliação, assim que terminar o primeiro bimestre. E segundo o supervisor de gestão escolar, Almir da Rosa, foi uma boa conversa com direção e professores, com ótimo desempenho e debate.

Governo de Santa Catarina | Secretaria de Estado da Educação
Rua João Pinto, 111 | Centro | Florianópolis | SC | CEP 88010-410
Telefone: (48) 3664-0000
Horário de Funcionamento: das 12 às 19 horas
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento:  logo ciasc rodape | Gestão do conteúdo: SED | Acesso restrito