A- A A+

Os orgãos parceiros irão acompanhar e orientar ações realizadas pelos estudantes e comunidade escolar 

09 10 V Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente tem Comissão Estadual formadaA organização da Secretaria de Estado da Educação (SED) realizou mais uma etapa para a V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA) na última quinta-feira, 5, a formação da Comissão Estadual (COE). Ao todo 27 instituições firmaram parceria que trabalharão em conjunto com as escolas nos projetos voltados ao tema Vamos cuidas do Brasil Cuidando das Águas desta edição. Outra novidade tratada no encontro foi o prazo estendido da realização da conferência nas escolas para abril de 2018. 

A V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente é de iniciativa do Ministério da Educação (MEC) em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). De forma pedagógica e participativa o intuito é reunir estudantes, professores e comunidade escolar para pesquisar, dialogar e refletir sobre as questões socioambientais, a partir da utilização da água  pela humanidade que depende da sua disponibilidade, da realidade socioeconômica e cultural, das formas de captação, tratamento e distribuição.

A Conferência, direcionada aos estudantes de 11 a 14 anos – dos 6º ao 9º ano do ensino fundamental, será construída a partir de quatro momentos: escola, regional, estadual e a nacional prevista para junho de 2018. Para a última etapa, serão selecionados 19 alunos como ‘delegado’ para apresentar e representar os trabalhos de Santa Catarina em Brasília. Incluindo um de cada modalidade, sendo educação quilombola, indígena, assentamento rural e um da educação especial. 

De acordo com a coordenadora da Comissão da SED, Maria Benedita Prim, o objetivo é fortalecer a educação ambiental nos sistemas de ensino, propiciando atitude responsável e comprometida da comunidade escolar com as questões socioambientais. “De modo local a global a ênfase é na participação social e nos processos de melhoria da relação ensino-aprendizagem, em uma visão de educação para a diversidade, inclusiva e integral”, destaca.     

Ainda segundo Maria Benedita, o prazo estendido para a conferência das escolas foi com o intuito de prolongar o tempo para a revitalização do COM-vidas e para a execução de novos projetos de intervenção. “As escolas começaram a se organizar em setembro e concordamos com o MEC/MMA ser mais viável estender o prazo até para mobilizar ainda mais pessoas nos projetos”, diz. 

Os projetos produzidos pelas unidades escolares escolhidos nas Conferências nas Escolas deverão seguir a  orientação do Educomunicação e pelos informativos que a Secretaria disponibilizará por meio de um hiperlink a ser divulgado nos próximos dias.

Para as conferências as unidades escolares são baseadas em três eixos de atuação: currículo, com foco em incluir a educação ambiental no projeto político pedagógico de forma integrada, transversal e interdisciplinar, em conformidade com as orientações expressas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental; Gestão democrática para incentivar o protagonismo infantojuvenil na escola e na comunidade, em conjunto com os projetos existentes na escolas; Espaço Físico com a idéia de realizar adequações de acordo com premissas da sustentabilidade socioambiental nas escolas. 

Sobre o regulamento

A Comissão Estadual da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente está realizando adequações no regulamento que será disponibilizado nos próximos dias no site da SED.

Calendário nacional da Conferência

Atividade

Período de realização

Conferências nas escolas

1ª quinzena de abril 2018

Registro no site

À definir pelo Ministério da Educação

Conferências Regionais

Abril 2018

Conferência Estadual

Maio 2018

Conferência Nacional

Junho 2018

Pós conferência

Agosto 2018

Comissão Estadual da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

ALESC - Assembleia Legislativa de Santa Catarina
CASAN - Companhia Catarinense de Águas e Saneamento
CEE - Conselho Estadual de Educação
CODESUL - Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul
DFC - Defesa Civil de Florianópolis
EPAGRI - Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina
FADESC – Polo UNIASSELVI de Palhoça
FAPESC - Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina
FATMA - Fundação do Meio Ambiente
FECAM - Federação Catarinense de Municípios
IAR - Institutos Ambientes em Rede
IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina
MNU - Movimento Negro Unificado
PGE - Procuradoria Geral de Santa Catarina
PGJ - Procuradoria Geral da Justiça
PMA - Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas
SDS - Secretaria de Desenvolvimento Sustentável
Secretaria de Estado da Saúde
Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis
SST - Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação
UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
UFFS - Universidade Federal da Fronteira do Sul
UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
UNDIME - União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação
UNIASSELVI - Universidade Privada de Ensino Superior
UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí

 

Governo de Santa Catarina | Secretaria de Estado da Educação
Rua João Pinto, 111 | Centro | Florianópolis | SC | CEP 88010-410
Telefone: (48) 3664-0000
Horário de Funcionamento: das 12 às 19 horas
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento:  logo ciasc rodape | Gestão do conteúdo: SED | Acesso restrito