TwitterFacebookYoutubeInstagram

10-03  escola xanxerê - pqnaAs escolas da rede estadual de ensino, que compreendem a Gerência de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Xanxerê, estão mobilizadas em ações que contribuam com a conscientização e combate do mosquito Aedes aegypti.

Entre as principais atividades que fazem parte do projeto Não ao Aedes Aegypti, estão palestras, trabalhos em sala de aula, panfletagens, atividades de campo e plantio de sementes de crotalária. As atividades visam informar, orientar e alertar a comunidade escolar sobre o vetor, especialmente no incentivo a atitudes de prevenção ao mosquito e sua proliferação.

Os alunos são os principais multiplicadores da importância do combate ao mosquito e prevenção. “Todas as Escolas da Regional estão comprometidas com as ações de combate ao mosquito com atividades de prevenção, pesquisa e também formação de multiplicadores na comunidade que é um dos nossos principais objetivos”, explica a consultora em Educação, Márcia Mascarello.

A Escola de Ensino Fundamental Dom Oscar Arnulfo Romero de Xanxerê foi além e trouxe os pais para o debate. Através de uma parceria com o curso de Ciências Biológicas da Unoesc, acadêmicos realizaram palestra e orientações na própria Escola. O objetivo foi de chamar a atenção dos pais e intensificar os cuidados.

Já na Escola de Educação Básica Dom Vital de Ponte Serrada, durante o mês de março, serão desenvolvidas atividades sobre o mosquito. Os professores buscam aliar o tema ao conteúdo ministrado em sala de aula. Pesquisas, apresentações, visitas a bairros da cidade para conscientizar a população, recolhimento de latinhas de alumínio, exposição do mosquito em estágio larval e adulto, além da confecção de pufes com pneus velhos estão entre as ações.