TwitterFacebookYoutubeInstagram

17 05 Júri EMITI Joinville 4Na Escola de Educação Básica Eng. Annes Gualberto, de Joinville, Norte do Estado, cerca de 60 alunos do 2º ano do Ensino Médio Integral em Tempo Integral (EMITI), trocaram a sala de aula por um júri simulado, na última semana. A atividade, realizada na terça-feira, 14, encerrou um ciclo de dois meses de pesquisa e estudos em várias disciplinas, com o tema Jogos eletrônicos, violência e desenvolvimento moral.

A prática que durou um dia letivo dividiu o auditório da escola em defesa e acusação. Os adolescentes desempenharam papéis de advogados, promotor e jurados. Alunos dos outros anos foram espectadores e professores assumiram o papel do juiz e avaliaram o desempenho da turma nas argumentações.

Na decisão, prevaleceu o veredicto “culpado” para os jogos violentos. Porém, o resultado mais importante deu-se bem antes da sentença. “O tema ligado ao universo adolescente foi escolhido por professores que ministraram conteúdos e estimularam pesquisas por parte dos alunos desde o mês de março. O resultado foi uma reflexão profunda, o debate organizado, condicionado ao ouvir, o falar e o respeitar o posicionamento do outro”, diz o professor Osmar Deno Closs, de Língua Portuguesa.

A pena é simbólica: todos os alunos participantes do júri simulado irão promover uma ação pela paz na escola. “Quando ouvimos o adolescente, sua autoestima melhora com o domínio de fala, a interação, e seu potencial realizador aumenta”, conclui a assessora de Direção Rosana Sales.