TwitterFacebookYoutubeInstagram

OlimpíadasA aluna da Rede Estadual de Ensino, Isabelly dos Santos, é uma das finalistas da sexta edição da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa na categoria crônica. A estudante da E.E.B. Dep. Joao Custodio da Luz, de Rio do Sul, escreveu o texto “A morte da mais antiga inquilina”, que conta sobre uma árvore de Sassafrás destruída por um caminhão. A crônica foi escrita com a ajuda da professora orientadora, Daniela Thibes dos Santos.

 Isabelly concorre ao Prêmio final no dia 09 de dezembro em São Paulo. Na categoria crônica, 38 finalistas se encontrarão na cidade, mas apenas quatro levarão a medalha de ouro para casa.

Nesta edição, o tema das produções é “O lugar onde vivo”, que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

A aluna e a professora já estiveram na capital paulista, entre os dias 23 e 25 de outubro, durante a etapa semifinal. Na oportunidade, participaram de um passeio cultural à Pinacoteca do Estado, roda de conversa com autores, oficinas de texto e atividades de integração com os demais semifinalistas e professores de todos os estados brasileiros.

Olimpíadas 2“Certamente foi um acontecimento marcante que dificilmente irei esquecer. Saí de lá com novas ideias e trouxe comigo bagagens de conhecimento. Foi enriquecedor além de muito divertido. É interessante ver essa valorização acontecer, e também o talento de toda da garotada que estava presente”, disse a professora orientadora.

Isabelly deseja que sua experiência sirva como exemplo para seus colegas de sala de aula, a fim de que eles compreendam a importância da leitura e a escrita. “Eu aprendi e me diverti muito participando da Olimpíada. Foi uma experiência única que vou levar para sempre comigo”.

 

Olimpíada de Língua Portuguesa

Nesta sexta edição, a Olimpíada de Língua Portuguesa contou com a participação de 4.876 municípios, 42.086 escolas inscritas, 85.908 professores, 171.035 inscrições e mais de 5 milhões de alunos participantes das oficinas de leitura e escrita realizadas para a produção dos textos das categorias poema, memórias, documentário, crônica e artigo de opinião. Em Santa Catarina, 259 municípios e 1.659 escolas participaram com o total de 2.816 professores e 6.696 alunos inscritos.

A Olimpíada de Língua Portuguesa é realizada pelo Itaú Social e o Ministério da Educação (MEC) com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). O objetivo é apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. A partir da metodologia do Programa Escrevendo o Futuro, os professores realizam oficinas de produção de texto com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

O concurso conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

 

 

Maria Eduarda - Estagiária de Jornalismo

Patrícia Antunes - Jornalista