TwitterFacebookYoutubeInstagram

case 3Muitos podem pensar que a culinária e o ensino de história não têm muita relação, mas para a professora Carla Fernanda da Silva Satler, que atua na rede estadual em Blumenau, relacionar as temáticas foi uma forma de chamar atenção dos alunos para uma didática diferente durante o período de atividades não presenciais. O resultado foi uma aula em vídeo sobre a miscigenação no Brasil e os conceitos de hibridismo cultural.

“Na medida do possível tenho procurado diferenciar as aulas, principalmente com atividades mais concretas. Realizei esta aula com os segundos anos e apliquei os conhecimentos adquiridos em curso para vídeo-aulas. Gostei bastante do resultado, pois aliei receita e conhecimento acerca da história”, explica a professora que atualmente leciona na EEB Luiz Delfino e no CEDUP Hermann Hering.

No vídeo, que pode ser acessado neste link, a professora faz a receita de um bolo de pamonha explicando aspectos de como a culinária brasileira é formada por cada povo que veio para o país, tendo como base os alimentos dos povos indígenas. Carla esclarece o contexto histórico de alimentos como milho, açúcar, ovos e leite, além de contar como foram introduzidos em diferentes regiões do país.

A professora ainda disponibilizou um documento com o processo de gravação do vídeo e o detalhamento do roteiro para auxiliar outros professores a ter iniciativas semelhantes. O arquivo pode ser acessado neste link (983 KB) .

A série #EnsinoEmSC tem como objetivo apresentar iniciativas de professores e gestores nas escolas da rede estadual de Santa Catarina. As ações serão apresentadas com frequência nas mídias sociais pela página @educacaosc e uma vez por semana no site da Secretaria de Estado da Educação. Estimule as iniciativas na sua escola e participe publicando as ações nas mídias sociais com a hashtag #EnsinoEmSC!