TwitterFacebookYoutubeInstagram

Painel Censo EscolarPara fazer o acompanhamento de matrículas, frequência e desempenho durante as atividades não presenciais, a SED implementou o monitoramento aluno por aluno no sistema de inteligência de dados “Educação na Palma da Mão”. Com os dados à disposição, professores, gestores escolares e técnicos da secretaria puderam planejar e aperfeiçoar ações para alcançar mais alunos durante o período de pandemia.

Ampliação do sistema de inteligência de dados da SED

O sistema de inteligência de dados “Educação na Palma da Mão”, criado em 2019 com o acompanhamento das matrículas por escola e região da rede estadual, foi ampliado com a inclusão de mais painéis ao longo do ano. O objetivo é apresentar os dados para embasar as ações dos gestores da rede estadual e facilitar o acompanhamento dos órgãos de controle e fiscalização.

Um exemplo é o painel elaborado com base nos dados do Censo Escolar da Educação Básica de 2019, que apresenta o detalhamento das informações dos 1,6 milhão de alunos matriculados do Ensino Infantil ao Ensino Médio em Santa Catarina. Outro é o painel de indicadores educacionais georreferenciados, que agrupa os principais indicadores nacionais de qualidade (IDEB, SAEB e taxas de aprovação) e as informações de matrículas das escolas estaduais para o planejamento e gestão da secretaria e das Coordenadorias Regionais.

Repasse de R$ 17 milhões para despesas com o cartão CPESCCartão CPESC

Para fortalecer ainda mais a gestão escolar em Santa Catarina, foram distribuídos R$ 17 milhões às escolas pelos Cartões de Pagamento do Estado de Santa Catarina (CPESC). Os recursos podem ser utilizados de forma ágil e transparente para a compra de materiais do cotidiano escolar e a contratação de prestadores de serviços para pequenos reparos na estrutura. A distribuição é feita às unidades de forma proporcional, conforme o número de alunos informado no Censo Escolar.

Nomeação de 3,4 mil efetivos nomeados desde o início da gestão

A Secretaria de Estado da Educação realizou em 2020 a nomeação de 1.842 profissionais efetivos para o quadro do magistério da rede estadual de ensino de Santa Catarina, sendo 1.348 professores, 237 especialistas e 257 assistentes de educação. Para 2021, mais 723 professores efetivos ingressarão para a rede estadual, chegando a 3.476 profissionais de educação nomeados desde o início da gestão – número que representa cerca de 18% do total de efetivos que estão nas escolas da rede estadual.

Aperfeiçoamento na gestão de pessoas e de processos

A SED desenvolveu, com apoio da Secretaria de Estado da Administração (SEA), um projeto para implementar o Sistema de Gestão de Processos Eletrônicos (SGPe) nas unidades escolares em uma nova configuração, sem as Agências de Desenvolvimento Regional (ADR), tornando o processo mais rápido, transparente e contribuindo com o Governo sem Papel.

Posse dos servidoresEm parceria com o Ciasc, está sendo criada uma plataforma on-line para seleção de professores ACTs, com objetivo de tornar o processo seja ainda mais ágil, e um painel de gestão de pessoas, ambos em fase de conclusão. Outra medida para tornar a gestão de pessoas mais eficiente foi o concurso de remoção, permitindo mudanças internas entre os servidores do magistério estadual.

Digitalização de serviços para facilitar o atendimento ao público

A solicitação e emissão de documentos escolares pela SED, antes feitas de forma presencial, passaram a ser realizadas diretamente no Portal de Serviços do Governo. No site, o requerente também poderá acompanhar o andamento da solicitação e imprimir o documento, tornando o processo mais fácil e ágil.

Por ano, são atendidas cerca de 6 mil solicitações entre Atestados de Regularidade, documentos de Escolas Desativadas, Certificações de Enem, Encceja e Supletivos e Equivalência de Estudos realizados no Exterior.

Leia também:

.: BALANÇO 2020: Educação incorpora tecnologia ao ensino, entrega 221 ônibus para o transporte escolar e tem investimento recorde no Uniedu
.: EDUCAÇÃO INOVADORA: Incorporação da tecnologia ao ensino e implementação do Novo Ensino Médio e modelo cívico-militar
.: INFRAESTRUTURA ESCOLAR: Investimento em obras de reforma e criação de até 3,6 mil vagas com novas escolas
.: QUALIFICAÇÃO PERMANENTE: Formação continuada durante a pandemia e investimento de R$ 264,3 milhões em bolsas universitárias
.: ALÉM DA ESCOLA: Renovação de 150% da frota do transporte escolar desde o início da gestão